Galinhas

As galinhas comem de tudo?

2 min leitura publicado em 25 Novembro 2020

"Meu tio tinha um galinheiro com 300 galinhas há 50 anos, ele as alimentava com restos de comida. Atualmente, ele tem 15.000 galinhas poedeiras em um galinheiro menor, mas não as alimenta mais com restos de comida.” 

Wim Peters é especialista avícola do Vencomatic Group. Ele tem recebido muitas perguntas de avicultores sobre galinhas. Uma delas é se as galinhas comem de tudo. Wim afirma que os avicultores não correm riscos quando o alimento é ração: "Eles têm muito medo de infecções de salmonela. A segurança alimentar tem a maior prioridade." 

Será que as galinhas gostam mesmo de tudo? 

"Elas comem de tudo. Uma galinha é um onívoro, elas comem tanto vegetais quanto animais. Em um minizoológico, elas também recebem pão, que é feito de grãos, e elas gostam. Mas elas também gostam de maçãs. Os porcos, no entanto, são os verdadeiros onívoros, eles muitas vezes recebem restos como ração. Com frangos, isto quase nunca é feito, especialmente para evitar a infecção por salmonela. É preciso ter instalações novas para novas aves e um novo silo, o que não acontece com os porcos.” 

"Como regra geral, portanto, os avicultores só compram ração de uma fábrica especializada, que contém todos os nutrientes. Nos últimos anos, pesquisadores também começaram a dar cada vez mais atenção aos organismos patogênicos na ração, como a salmonela. Um criador tem que pegar uma amostra de cada entrega de ração e armazená-la, no caso de alguma coisa se revelar errada mais tarde. Isso se chama rastreamento, não é mesmo?" 

Então, as galinhas não recebem alimentação extra? 

"As galinhas geralmente não recebem ração suplementar, a menos que seus criadores conscientemente queiram aumentar as chances de acasalamento nas matrizes de frango de corte. Afinal de contas, um ovo para incubação deve ser fertilizado, caso contrário, não vale nada. Muitas vezes os criadores então dão ração especial na forma de grãos quebrados ou milho quebrado, que você joga pelo aviário, atraindo as galinhas e, portanto, também os galos. Se as galinhas permanecerem na grade, elas não serão cobertas pelos galos e nada será fertilizado." 

"Com frangos de corte, é frequente ver-se exceções à regra. Por exemplo, se os próprios avicultores cultivam grãos, eles naturalmente querem reduzir os custos de alimentação. Mas então eles precisam de uma instalação separada com seus próprios grãos, que são misturados à ração normal. Uma vez visitei um avicultor na Holanda que fazia isso." 

"O que pouca gente sabe: a comida determina o sabor do ovo. Em um ponto de venda, muitas vezes há até dez tipos diferentes de ovos, por exemplo, de galinhas criadas soltas. A diferença no sabor, no entanto, não está no sistema de alojamento, mas na comida. O ovo de uma galinha alimentada com grão tem um sabor diferente porque a galinha poedeira teve um alimento diferente. Há pessoas que juram que os ovos de galinhas caipiras têm gosto diferente, mas creio que isso seja psicológico, pois o gosto é o mesmo.” 

Contate-me

Picture of Edwin Vlems

Publicado por

Edwin Vlems
Edwin Vlems é o Diretor de Marketing do Vencomatic Group.

Cresça seu negócio com
o menor impacto ambiental

Duas coisas que todos amam.